O que colocar no currículo quando não tenho experiência profissional?

Essa é uma dúvida recorrente entre pessoas que estão à procura da primeira oportunidade no mercado de trabalho. De fato, as ocupações anteriores são a primeira coisa na qual pensamos na hora de nos apresentarmos como potenciais candidatos a uma vaga de emprego. Porém, é importante saber que os recrutadores levam vários outros fatores em consideração na hora da seleção.

Em primeiro lugar, é importante que a pessoa não subestime sua própria capacidade. Bons recrutadores sabem identificar, por meio de seus processos seletivos, potencial em candidatos não experientes. Para isso, basta que o interessado saiba apresentar suas qualidades de maneira que facilite ao selecionador encontrá-las. 

Também não se pode confundir falta de experiência com falta de profissionalismo. Na hora de buscar o primeiro emprego, é preciso agir com maturidade e senso crítico, sabendo a melhor maneira de se comunicar com a empresa pretendida, conhecendo a vaga para a qual está se candidatando e estabelecendo critérios para definir o que é mais relevante para ser dito sobre você. Ser comunicativo e demonstrar liderança irão somar pontos positivos em sua apresentação.

Destacamos cinco informações que você pode incluir no seu currículo para ajudá-lo a se destacar positivamente, mesmo que você não tenha uma prévia experiência profissional.

- Sua formação e suas conquistas escolares e acadêmicas
Sabendo que o candidato está buscando inserir-se pela primeira vez no mercado de trabalho, o recrutador irá imediatamente querer saber qual é sua formação. Nesse ponto, é essencial informar o grau de escolaridade. Lembre-se que 84% dos recrutadores valorizam principalmente a formação e experiência do candidato. Se estiver cursando o Ensino Superior, coloque a instituição de ensino e a previsão de conclusão (no caso de Ensino Médio, só coloque a instituição se for realmente relevante).
As conquistas acadêmicas podem ser sim um ponto interessantíssimo para o selecionador, mas é preciso tomar cuidado! Tirar um “10” em uma matéria não é necessariamente um mérito relevante, por isso não faça CTRL + C / CTRL + V do seu boletim. Apresente aqui prêmios ou reconhecimentos formais que você ganhou com trabalhos de escola ou faculdade, desempenhos notáveis em competições de conhecimento, ou colocações de destaque em provas e concursos.

shutterstock 172074812

- Seus cursos extracurriculares e idiomas
Cursos profissionalizantes são, além de uma ótima maneira de adquirir conhecimento, um indicativo para o recrutador de que você é interessado e está sempre em busca de aprimoramento. O mesmo vale para cursos online, desde que eles possam ser relacionados à vaga pretendida.
Já o domínio de um outro idioma pode ser a chave para sair à frente da concorrência, principalmente se ela for composta por outros iniciantes, e pode diferenciar o salário do profissional em até 52% em comparação com o profissional sem domínio de um segundo idioma. Por isso, é essencial pontuar conhecimentos em outras línguas, bem como o nível de fluência (“intermediário”, “avançado” ou “fluente”; “básico” não é suficiente para merecer um espaço no currículo). Caso ainda precise de mais motivos, confira aqui nossa lista de 20 motivos para aprender outro idioma.
Ainda não fala Inglês ou Espanhol? Conheça os cursos de idiomas da ALL NET.

shutterstock 89506153

- Suas habilidades
Algumas ferramentas digitais, essenciais para diversas vagas, acabam sendo aprendidas no cotidiano por muitas pessoas. As mais comuns são o Pacote Office (Word, Excel, Power Point), Internet, programas de edição de imagens e vídeos etc. Dominar estes softwares pode ser um fator relevante para recrutadores, principalmente para vagas administrativas e de comunicação virtual. Portanto, se você está seguro das suas habilidades nestes programas, não tenha medo de incluí-las no seu currículo (mas se não está, é hora de conhecer os cursos profissionalizantes da ALL NET).

shutterstock 15854215

- Seus “bicos” e trabalhos temporários
Acredite: aqueles meses que você trabalhou no escritório do pai, na loja da tia, ou aquele emprego temporário de fim de ano no mercado do bairro, podem e DEVEM ser incluídos no currículo, quando não há experiências formais anteriores. Além do fato de que todo trabalho, mesmo não registrado, representa aprendizados novos, eles ainda adicionam virtudes fundamentais ao perfil de qualquer profissional, como responsabilidade, pontualidade e compromisso com resultados.

shutterstock 216247801

- Suas vivências pessoais relevantes
Intercâmbios, trabalhos voluntários, atividades esportivas, projetos de monitoria ou participação em ações importantes, sejam elas na escola ou cidade. Todos esses atributos podem se tornar diferenciais que farão você se sobressair em meio à multidão.  Acrescente as experiências pessoais e descreva-as brevemente, de modo que fique claro como elas incrementam seu perfil profissional.
Independentemente de qual(is) atributo(s) você escolherá destacar no seu currículo, o importante é manter-se criterioso e selecionar minuciosamente o que é e o que não é relevante para a vaga pretendida e para o selecionador. Ressaltar as suas qualidades é importante, mas um excesso de informações desnecessárias pode acabar com as suas chances.

shutterstock 305457035

E, se depois de ler esse post você sentiu que precisa investir em si mesmo e na sua carreira profissional, a hora de fazer isso é agora! A ALL NET disponibiliza cursos de idiomas e profissionalizantes, nas áreas de Informática e Gestão, em mais de 20 unidades dentro do estado de São Paulo. Não perca tempo e torne-se agora um profissional ALL NET! Cadastre-se e ganhe um e-book completo com 10 passos para conquistar um emprego!

Tags: Gestão, primeiro emprego, curriculo

Dê um upgrade na sua carreira. Inscreva-se aqui!